Tá na Net!

Tudo que tá rolando!

Rússia amplia ofensiva, com mil ataques no dia; 5 mi deixaram Ucrânia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp

A maioria dos fugitivos ucranianos buscou refúgio nos países vizinhos, como Polônia, Eslováquia, Hungria e Romênia

Refugiados que deixaram a Ucrânia ultrapassaram 5 milhões, segundo anúncio feito pela ONU nesta quarta-feira (20/4). Ao mesmo tempo, o Ministério da Defesa russo anunciou que a quantidade de força empregada contra as ucranianos, mesmo depois de acordo para reduzir os ataques, aumentou. Nesta quarta, por exemplo, foram mais de 1 mil.

De acordo com dados de 2020, a Ucrânia abrigava 44,13 milhões pessoas. Segundo o governo do país, pelo menos 2 mil pessoas foram mortas no confronto diplomático que teve início no ida 24 de fevereiro. Segundo o alto-comissário das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), Filippo Grandi, 5.010.971 milhões de pessoas fugiram da nação.

Nos dados totais, a guerra causou a fuga de mais de 11 milhões de pessoas de suas casas (de uma cidade para outra, por exemplo). Mais de 5 milhões seguiram para países vizinhos, segundo estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU).

A maioria dos fugitivos buscou refúgio em locais como Polônia, Eslováquia, Hungria e Romênia, onde voluntários e governos se esforçaram para ajudar os refugiados.

“Eles deixaram para trás suas casas e famílias. Muitos fariam qualquer coisa, e alguns até arriscam voltar, para ver seus entes queridos. Mas cada novo ataque destrói suas esperanças. Apenas o fim da guerra pode pavimentar o caminho para a reconstrução de suas vidas”, disse o chefe da Acnur.

A fuga dos habitantes ucranianos está acontecendo, principalmente, por meio dos corredores humanitários, que são zonas desmilitarizadas, ou seja, não são ocupadas por forças militares e funcionam como uma forma de acesso legal dos civis a áreas fora da guerra.

Veja post de Filippo Grandi:

Fonte: Metropoles

Descubra nossos parceiros: