Internações por Covid caíram 31% em Mato Grosso do Sul nos últimos 14 dias

A tendência de queda no número de pacientes internados em decorrência da Covid-19 em Mato Grosso do Sul é um dos destaques do boletim epidemiológico desta quarta-feira (18).

Atualmente são 334 pacientes internados sendo 124 em leitos clínicos e 207 em leitos de UTI. No comparativo com duas semanas atrás, que contava com 486 internações, a redução chega a 31%. O maior número de pessoas internadas foi de 1.339 no dia 8 de junho.

A taxa global de ocupação de leitos SUS/UTI continua abaixo de 70% em todas as macrorregiões do Estado: Campo Grande (64%), Dourados (54%), Três Lagoas (54%) e Corumbá (26%). A fila de espera por um leito SRAG/COVID é de 17 pacientes na Central de Regulação de Campo Grande.

"Nossa taxa de contágio decaiu, um pequeno decréscimo. A fila de espera tem diminuído muito. Os internados já estão com pouco mais do que 300. Tudo isso mostra dados importantes que fizeram que inclusive a partir do dia 23 de agosto nós não tenhamos mais o toque de recolher. Os municípios deverão fazer o toque de recolher conforme suas realidades", analisou o secretário de saúde, Geraldo Resende.

Outro dado em destaque é a taxa de contágio que voltou a apresentar leve tendência de queda com 0.87 nesta quarta-feira após dez dias com variação de 0.89 e 0.88. Vale lembrar que exatamente há um mês o Estado atingiu o menor índice de transmissibilidade do ano com 0.82.

Mato Grosso do Sul atingiu mais da metade (51,72%) do público alvo adulto imunizado após receber as duas doses da vacina contra a Covid. Já o percentual de pessoas que receberam a D1 é de 88,63%. A vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos também segue avançando em todo Estado, e conforme dados apresentados no boletim Covid, o dia ontem fechou com 14,84% do público alvo.

"A vacina por si só não dá conta das variantes do vírus. Enquanto estivermos nessa situação, vamos continuar usando a máscara adequadamente, tampando o nariz e a boca, vamos continuar higienizando as mãos e evitando risco de pegar a doença evitando aglomerações", reforçou a secretária adjunta da SES, Christinne Maymone.


Nesta quarta-feira foram confirmados 470 novos casos da doença no Estado, com média móvel de 410,7 nos últimos 7 dias. Os cinco municípios mais afetados são: Campo Grande (+254), Dourados (+32), Ribas do Rio Pardo (+22), Três Lagoas (+20) e Chapadão do Sul (+15).

Desde o início da pandemia, 9.213 sul-mato-grossenses não resistiram à doença. Desse total, 14 óbitos foram registrados hoje, deixando a média móvel em 14,3. As vítimas residiam em Campo Grande (6), Aquidauana (+2), Bonito (+2), Corumbá (+2), Água Clara (+1) e Paranaíba (+1).

Os dados oficiais mostram que existem 530 amostras em análise no Lacen e laboratórios parceiros, e outros 3.179 casos sem encerramento pelos municípios.

Confira aqui o detalhamento do boletim epidemiológico apresentado nesta quarta-feira, 18 de agosto de 2021.

Mireli Obando, Subcom

Foto: Chico Ribeiro (Aquivo)

Outras Notícias

Madonna é clicada aos beijos com o namorado na Itália

Madonna foi clicada tendo momento romântico com o namorado, Ahlamalik Williams, durante sua viagem pela Itália. A rai...

Mato Grosso do Sul recebe do Ministério da Saúde mais 96.780 doses de vacina contra a Covid-19

Ao anunciar que o Ministério da Saúde liberou mais 96.780 doses da vacina contra a Covid-19, o secretário de Estado d...

Bombeiros reforçam combate aos incêndios no Pantanal, Bela Vista e região Leste

O Corpo de Bombeiros intensificou o combate aos incêndios florestais que ocorrem há vários dias na região do Carandaz...

PF apreende 187,6 quilos de cocaína em Naviraí

A Polícia Federal apreendeu no último sábado (21), 187,6 quilos de cocaína, que seriam transportados para o estado de...